COM DIREITO A ERRO DE PORTUGUES!!!!!!!
MAIS ERROS!!!!!!!!!!!!!!
MAIS POSTAGEMS!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!11
MAIS NACHOS LIVRES!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!


Novo:nova postagem

La bamba

quarta-feira, 15 de maio de 2013

Para minha mãe

Bem tá foda de voltar a fazer o blog então vou só colocar ums textos que eu faco na aula.

O último homem no mundo
  "Muitas coisas acontecem por acaso,mas naufrágios sempre parecem ser causados por algo além do acaso", foi isso que Argan escreveu pela última vez no seu livro, antes de entrar pela primeira vez no cruzeiro "Luna", um imponente cruzeiro que certa vez fora o orgulho de sua nação(agora permanecia empoleirado em uma enorme doca, desde que o presidente abriu uma frota inteira de navios ultra modernos e "Luna"  de super star para velharia).
   Argan estava com seu grupo de amigos, exploradores que como ele desejavam por uma vida de aventuras sem limite, muitos dos quais eram impostos para além de um ser humano comum(porém nenhum deles era comum de verdade), todos os presentes no navio faziam parte desse tal grupo, muitos eram veteranos de antigas guerras a muito esquecidas, e muitos eram,assim como ele, jovens entusiastas que queriam desfrutar da vida antes que completassem a idade necessária para entrar no exercito e passar 5 anos servindo ao país.
   Seu pequeno aposento parecia luxuoso, porém parecia que não era visitado por nenhuma alma viva havia tempos, ele arrumou suas coisas e se botou a terminar seu livro,que já nos seus 22 capítulos estava quase no fim.O livro era sobre o último homem no mundo, que sobreviveu a um cataclisma que destruiu toda a raca humana e agora somente cinzas e arvores.Era um livro no minimo triste, mas era o trabalho da vida de Argan e ele punha toda sua esperanca no dinheiro que aquilo traria.
   Os dias passaram e durante uma semana Argan não comia nada além do que trazia na mochila, os restaurantes que um dia serviam comida fria agora pareciam somente um restaurante de estrada, sujo e esquecido.Seus amigos se recusavam a comer da comida do navio, mas não queriam parecer ingratos, o capitão havia preparado a viagem somente para eles e parecia contente em se jogar no mar novamente.
   No último dia, o sono de Argan fora perturbado pelo som do aco frio rangendo e de vidro estilhacando, Argan se levantou e partiu para ver o que havia acontecido  e se deparou com metade do navio em chamas, as caldeiras haviam explodido e o navio afundava lentamente.Argan estava sozinho, não havia ninguem a vista, nenhum de seus 117 companheiros estava lá, nem o capitão ou os cozinheiros, todos desapareceram na nevoa.Argan estava sozinho.
   Porém ele pensou num fim para seu livro,"E então o último homem do mundo se sentou em uma antiga sala, e alguém bateu na porta.Finalmente a morte o levou e consigo toda a raca humana".
Quando terminou de escrever ele viu sua obra completa, e finalmente viu um desfecho digno para sua vida, e naquele momento Argan viu sua obra completa, e além da tristeza de morrer ele sentiu pena das pessoas que nunca mais leriam sua obra, e Argan morreu, e consigo levou toda sua historia

Nenhum comentário:

Postar um comentário